segunda-feira, 12 de maio de 2014

One Direction no Rio (08/05)

1D no Rio
Foto tirada do: Onedirection.com.br


No dia 8 de maio eu acordei e fiquei com raiva de mim, pois tinha posto o celular para despertar às 5 e acabei pegando no sono de novo ao desligar o despertador. Então só fui acordar às 5:35, levantei correndo para tomar banho e me arrumar, fiz tudo em tempo recorde e às 5:50 estava no ponto enfrente a minha casa pegando o ônibus para o ponto final do ônibus para a Barra, chegando ao ponto a fila estava um pouco confusa, mas logo me arrumei e entrei no ônibus que seria o próximo a sair, ao passar o cartão do bilhete único olhei para o fim do ônibus e na fileira que fica no final do ônibus a vi completamente cheia por meninas que eram, provavelmente, mais nova que eu e logo soube que elas iam para o show do One Direction que seria naquele dia como eu já sabia a muito tempo. Fui até o final do ônibus com um grande sorriso no rosto, pois onde moro são poucas pessoas que eu conheço que gostam de artistas internacionais, então eu tinha certeza de que Emeli, uma menina que conheci pela internet e não tinha conhecido pessoalmente e que eu sabia que iria ao show, estaria ente elas. Quando cheguei ao final cumprimentei elas e abracei Emeli, foi uma das partes mais legais daquela viagem até a Barra (sim de onde eu moro até a Barra é praticamente uma viagem). Depois disso conheci as outras meninas e nós fomos conversando a viagem toda, foi uma das poucas vezes que eu não dormi indo para a Barra. E foi muito divertido conversamos bastante sobre os meninos e elas me contaram de outras coisas que elas gostavam, ficamos falando sobre algumas coisas que os meninos já tinha feito no Rio etc. Nós levamos praticamente 2h para chegar na Barra e elas ainda teriam que ir para o Parque dos Atletas e detalhe era o dia da greve dos ônibus na cidade do Rio. O Alvorada estava muito bem informado sobre onde seria a fila até descobrirmos que mudaria de lugar por causa da greve.





Meninas que vieram no ônibus comigo, da esquerda para a direita: Geovana, Rayssa, Heloisa, Emeli, Giulia, Eu (Fernanda)


Fazendo curso de Jornalismo, já tinha pedido antes para que Emeli fizesse uma matéria para mim sobre o show da banda, como eu fiz com o show da Demi, e ela já tinha aceitado. Então agora deixo vocês com a minha repórter.

"Meu dia começou as 5 da manhã, me arrumei, arrumei as coisas e fui pro ponto, eu e minhas amigas pegamos o ônibus para a Alvorada as 6:30, conhecemos mais uma directioner no ônibus e encontramos a Fê indo pra faculdade, o trajeto q geralmente leva menos de 1 hora levou 2 horas, imaginem a minha ansiedade, meu nervosismo, tudo junto... (e eu sofrendo junto com elas, tendo em vista que tinha passado o mesmo na semana anterior, no show da Demi)
Quando chegamos no Terminal Alvorada por volta de 9 horas o ônibus que deveria estar lá esperando as fãs e suas mães, estava em greve assim como todos os outros por lá, e jogavam a gente de um lado para o outro sem saber realmente onde devíamos ir (o Alvorada tem três plataformas, e eu desci com elas para acompanhar esse processo), meu pensamento naquele momento era "está tudo dando errado"... Quando finalmente disseram o lugar certo (eu as deixei e fui para a faculdade) o ônibus chegou, e lotou de directioners, cantamos o caminho inteiro, gritamos, nunca pensei que seria legal andar de ônibus, finalmente depois de menos de 1 hora chegamos em frente ao Parque dos Atletas e foi histeria total, logo descemos do ônibus e corremos cada um para seu setor, no meu caso eu corri muito e ainda pulei a grade e esperei minhas amigas fazerem o mesmo... 
Na hora em que chegamos quem iria entrar no show já estava lá dentro, meio que no estacionamento de lá, do lado de fora só tinha mães e pais que esperavam, como minha amiga estava lá desde ás 4 da manhã ela estava guardando meu lugar e das minhas amigas, então liguei pra ela e fui até ela, e fiquei bem na frente na fila comparado ao número de gente que tinha, estava muito quente, e ventava pouco e não eram nem 11 horas ainda...



Pulseira da Premium Azul

Ficamos sentadas embaixo de uma canga conversando até 13h, quando surgiu o boato de que iram deixar entrar, todos levantaram e se imprensaram pra poder entrar, só que era mentira, então sentamos e esperamos até ás 15h quando realmente deixaram entrar, deixavam passar de 10 em 10, ou grupinhos menores e maiores, quando chegou nossa vez foi aquela correria, e chegamos bem perto da grade...




Nisso as horas foram passando e cada vez mais ia enchendo, e enchendo e parecia que não pararia nunca de encher, eu fiquei muito apertada, fui perdendo lugar, e cada vez mais apertado. Muita gente começou a passar mal e uma atrás da outra, e foi assim até as 19:30 quando finalmente o P9 entrou cantaram, conversaram, só depois de 1 hora do show terminado finalmente os meninos entraram as 21 horas...




Assim que entraram, cantando Midnigth Memories, sabe a dor, o cansaço, a fome, tudo tudo ruim eu esqueci, meu foco foi total neles, eles são maravilhosos, tudo que aparece na TV de como eles são, é tudo verdade, em cada musica eu cantava mais e mais alto, o sorriso deles pela recepção que tiveram, pela surpresa das bolas verdes e amarelas, os corações, as plaquinhas " it's you ", foi tudo perfeito, quando eles falavam sobre o Brasil era um gritaria total, cada momento deles está gravado na minha memória, eles responderam a 3 perguntas de fãs, uma foi pedindo para eles sambarem, eles conversando, admirando a platéia lotada, eles estavam sempre vindo perto do pessoal, super carinhosos..."







Essa foi a matéria da minha repórter Emeli, espero que tenham gostado.

Além desse show incrível dos meninos no Brasil, eu não posso deixar de falar do Harry 'Louco por tatuagens' Styles, que tatuou a palavra 'Brasil' na coxa e ainda baixou a calça no show para mostrar as fãs. Hahahaha!!! Curti!!
Foto da tatuagem: reprodução instagram/laiscsrj
Foto da tatuagem: Reprodução

Créditos das fotos: antes da matéria para Fernanda Leite @NandinhaLoveyou
                            durante a matéria para Emeli Cantuária @annwhoran